RSS

Primeiro Emprego


O primeiro emprego para muitos é um problema, pois hoje os locais que oferecem vagas de emprego exigem pessoas com experiência, e um jovem que ainda não teve o seu primeiro emprego, não tem essa experiência exigida, pois isso é uma coisa que não pode ser comprada ou achada, precisa ser adquirida com trabalho, com a aprendizagem do dia a dia em um emprego. O primeiro emprego é muito importante justamente devido a essa necessidade de ter experiência com o mercado de trabalho.

Pesquisando na internet achamos alguns links que dizem respeito ao assunto e que podem ser úteis aos jovens que procuram o primeiro emprego:
http://www.algosobre.com.br/carreira/como-conquistar-seu-primeiro-emprego.html
http://www.universia.com.br/materia/materia.jsp?id=4807
Também pesquisando encontramos um texto que nos chamou a atenção. O título era “O primeiro emprego, na terceira idade” e fala sobre empresas que estão investindo na contratação de idosos. Link da matéria:
http://portalsaber.com/artigo.asp?id=337

Como na nossa equipe nenhum de nós já teve o seu primeiro emprego, entrevistamos algumas pessoas e fizemos a elas a seguinte pergunta: Como você conseguiu seu primeiro emprego?
Eu nunca levei a sério o nervosismo do primeiro emprego. Aconteceu por um
acaso. Foi num curso sobre jornalismo esportivo no rádio. Aquilo dali era como
um aprendizado em que fui pra realmente aprender sem nenhuma segunda-
intenção. Aconteceu por acaso quando na última aula, meu professor disse que
estaria indicando nomes para a Rádio Grande Rio e um desses nomes foi o meu. O momento em que realmente fiquei nervoso foi quando eu fui chamado de fato pelo coordenador de esportes para ir até a rádio que ficava muito longe da minha casa, mais de 55 km de distância, mas mesmo assim fui, meti a cara e sem nenhuma restrição ou problema fui chamado. Era como se num dia eu estivesse sem emprego e no outro já estava empregado, tendo uma certa obrigação.” Luiz Felipe Andrade, Jornalista.

“Chega um momento na vida em que queremos ser independentes, ter nosso dinheiro sem pedir para pai e mãe. Por esse motivo desde cedo fiz pequenas ações que me rendiam algum dinheiro, algumas limpezas na casa de vizinhas, dormir na casa de uma senhora idosa quando seu marido viajava. Mas o primeiro emprego mesmo foi aos 16 anos em uma malharia, meu turno era o matutino com início às 5h e termino as 13h30min. Nesta época estava cursando o 2º ano do magistério no período noturno. Permaneci neste emprego por sete anos e somente no último ano da faculdade de Pedagogia foi que sai da malharia para lecionar, inicialmente para educação infantil e depois para séries iniciais. Os primeiros anos na malharia me ensinaram muito, principalmente sobre regras e horários a seguir. Aprendi a ouvir para depois me manifestar e principalmente a analisar muito o que os outros dizem, pois nem todos querem o nosso bem. O mercado de trabalho é competitivo e infelizmente tem pessoas que querem subir de cargo se aproveitando da inocência dos outros. Aprendi também que para conseguir algo é preciso muita força de vontade, determinação e um bom apoio familiar. Não desistir dos sonhos, as coisas podem ser difíceis, mas chega um momento que elas melhoram e os frutos a serem colhidos trarão alegria e satisfação de ter alcançado o ideal tão desejado.” Juliana Maciel Kuster, Assistente de Educação
Resumidamente explicando, para nós, o primeiro emprego é importante pois com ele adquirimos a experiência exigida e é através dele que entramos no mercado de trabalho.

  • Digg
  • Del.icio.us
  • StumbleUpon
  • Reddit
  • RSS

2 comentários:

Anne Caparelli disse...

Olá!

Obrigada por ler um pedacinho do meu blog,
já estou te seguindo, viu.

Adorei tudo que vi e li aqui, parabéns!

Beijos!

Unknown disse...

Muito obrigado esse blog me ajudou muito, agradecido 👏

Postar um comentário